SOBRE O PROJETO

SOBRE NÓS

Entenda melhor o que é o projeto, quais são as nossas motivações e quem somos nós.

E ESSA FOTO?

Nosso objetivo é disponibilizar um catálogo digital que reúna informações sobre pesquisadoras lésbicas e suas pesquisas. Queremos dar visibilidade à produção feita por lésbicas: pesquisadoras de qualquer área podem contribuir compartilhando sobre suas pesquisas que já foram concluídas ou que ainda estão em andamento.

Como resultado, temos essa plataforma na qual catalogamos e disponibilizamos conteúdo sobre uma pluralidade de produções das mais diferentes temáticas. Esse espaço pode ser acessado por qualquer pessoa, mas tem uma importância especial para nós, lésbicas, que podemos conhecer as nossas produções.

Todo esse processo é colaborativo: para  que consigamos seguir reunindo essas pesquisas, é muito importante que você participe respondendo ao formulário, caso queira participar da lista, e ajude a divulgar o projeto.

No FAQ, respondemos algumas possíveis dúvidas. Lá você pode saber mais sobre o projeto e como participar.

O Lésbicas Que Pesquisam foi inspirado por duas iniciativas brilhantes: Mulheres Também Sabem e Catálogo Intelectuais Negras Visíveis.

POR QUE ISSO IMPORTA?

O LQP surgiu quando nos perguntamos: onde estão as lésbicas na academia? O que estamos produzindo?

A universidade foi concebida para atender a elite, que era composta por homens brancos, letrados e heterossexuais e da metrópole. Muito dessa origem ainda se mantém: o ambiente universitário segue, muitas vezes, sendo um espaço hostil àquelas que não deveriam estar ali. A presença feminina, lésbica, de mulheres negras e mulheres periféricas ainda não é bem acolhida no meio acadêmico.

Ao longo da trajetória acadêmica, são raras as atividades com unificação das sapatonas e de valorização de suas pesquisas. Não somos incluídas nos grandes nomes e referenciais. Conhecemos umas às outras, temos nossos grupos de amizade, mas não percebemos essa união no que diz respeito à pesquisa. Nosso trabalho é fragmentado e pouco reconhecido - e isso não é mero acaso.

 

É urgente que nos façamos visíveis.

Viemos para dar nome e sobrenome às pesquisadoras lésbicas, das mais variadas áreas do conhecimento, e facilitar o acesso às nossas próprias produções. O que orientou nossa criação foi a necessidade de uma plataforma referencial de pesquisadoras lésbicas; depois, veio a página no Facebook e o Instagram para divulgação, e a partir de então começamos a desenvolver outros projetos. 

Nossos objetivos podem ser resumidos em três palavras: resistência, visibilidade e reconhecimento.

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2019 Lésbicas Que Pesquisam