Sugestão de leitura: "Dupla maternidade no Instagram - entre fotos, ativismo e parentesco"

Artigo de Anna Carolina Horstmann Amorim* publicado na revista MovimentAção.


Resumo: Este trabalho busca apresentar reflexões sobre a internet enquanto um espaço frutífero para a formação de redes de relações específicas que produzem, de modo acentuado, impactos sobre a formação de identidades de mulheres lésbicas e sobre processos relacionados à construção de maternidades partilhadas por casais de mulheres cisgêneras não heterossexuais. Para tal, foram elencadas e seguidas três hashtags que tocam diretamente no tema das maternidades de mulheres lésbicas e que são utilizadas na rede social Instagram, são elas: #duplamaternidade, #mãeslésbicas e #maternidadelésbica. Através das postagens de fotos com tais legendas observei como a rede social tem sido utilizada como ferramenta para movimentação social em torno da possibilidade real de mulheres lésbicas construírem projetos familiares e de filiação. Neste sentido, não se pode deixar de falar que estas postagens referenciam práticas familiares e parentalidades que contribuem para um estremecimento de fronteiras excessivamente rígidas e fixas no tocante as formas familiares, demonstrando que a norma heterocentrada de família é possível de ser questionada, ganhando relevo neste cenário virtual, não por isso menos real, a construção política de identidades e maternidades. O universo das redes sociais, constitui desta forma, importante espaço de movimentação e ativismo em prol da lesboparentalidade.


Link de acesso ao texto: http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/movimentacao/article/view/10709


Anna Carolina Horstmann Amorim é Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná. Mestra em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutora em Antropologia Social pelo Programa de Pós Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professora adjunta de Antropologia no curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e do Mestrado Profissional em Ensino de História - ProfHistória. Realiza pesquisa nas áreas de gênero, feminismo, lesbianidades, homoparentalidade, parentesco, educação e diversidade. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/1122992031844419



  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2019 Lésbicas Que Pesquisam