LÉSBICA, NEGRA, FEMINISTA, MÃE: AUDRE LORDE FOI UMA MULHER DE MUITA LUTA

Atualizado: 16 de Ago de 2019

No último dia de novembro, o mês da Consciência Negra, trazemos um pouco de quem foi e tudo que representou Audre Lorde, uma mulher forte, resistente e inspiradora.


Filha de imigrantes caribenhos, Audre nasceu em Nova Iorque. Mestra em biblioteconomia - uma lésbica que pesquisa -, além de ter sido escritora, também foi militante feminista e de direitos humanos. Em suas falas, sempre trouxe a temática da opressão sofrida pela mulher negra, compartilhando suas vivências enquanto negra e lésbica.


Em suas poesias trouxe temáticas de amor, traição, classe social, raça, sexualidade, gênero e saúde. Eram sempre expressões fortes sobre os conflitos externos e internos advindos de sua condição de mulher negra em uma sociedade marcada pelo machismo e racismo.


Lorde também desafiava e denunciava as opressões que sofria dentro do próprio movimento feminista exercidas pelas mulheres brancas, tendo assim se tornado uma voz isolada por evidenciar tais problemáticas.



  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2019 Lésbicas Que Pesquisam